Pesquise No Blog

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Fim de ano - Mensagem Diferente!

Minha mensagem de fim de ano é um pouco diferente, é um pouco mais reflexiva num contexto geral, pensando mais em nossa nação e como podemos ser melhor como ser humano.

Oro a DEUS para que em 2011, não aconteça as atrocidades que aconteceram esse ano, como as tragédias em Angra, caso Bruno, caso Mercia, enfim, que seja um ano onde a paz impere, mas o que devemos ter como conceito de paz? Nossa própria paz? E o que fazemos pelo nosso próximo? Será que não é hora de a gente pensar mais no coletivo do que no individualismo? As vezes o simples bom dia para alguém pode fazer seu 2011 mudar!

Tente mudar como pessoa para que o mundo mude, lembre-se que todas as mudanças estão ligadas diretamente a você, é você que escolhe tudo para si, mas as reflexões que pode acontecer em seu ciclo de amizade é algo tremendo, e muito forte, são seus amigos que formam na verdade seu caráter, e então valorize essas pessoas e sua família, seja mais responsável com o sentimento alheio e assim tente buscar uma evolução humana, que fará nós passar de criaturas para filhos do criador.

Nessa mensagem não existe apelo religioso, mas sim um apelo humano, perceba que se o ano começar com saúde, paz, sucesso e conquistas que é o que todos desejam a todos nessas épocas , lhes pergunto do que adianta tudo isso se não tiver ninguém a compartilhar? Claro que é o que desejamos e no fundo queremos mas isso deve e pode ser compartilhado.

São lindas as mensagens bem formuladas de fim de ano e não dizem mentiras, mas apenas ocultam a verdade, e a verdade é, estamos num país onde existe uma guerra civil (RJ) , vivemos momentos de virada política também, existe pessoas que não tem um teto, nem emprego e nem um prato de comida para comer, e se não atentarmos ao nosso próximo e se comover um pouco com a situação alheia logo tudo que temos que pode nos diferenciar de qualquer outro animal que a inteligência e o sentimento de amor ao próximo será perdido e esquecido.

A anarquia ostenta duas faces. A de Destruidores e a de Criadores. Os Destruidores derrubam impérios, e com os destroços, os Criadores erguem Mundos Melhores!
E um símbolo sozinho pode não representar nada, mas se todos se juntam, um símbolo pode significar muito, pode significar a mudança de um pais.

Estás temeroso de ser o mesmo em teu próprio ato e valor de que em teu desejo? Não terás o que mais estimas , o ornamento da vida , e viverás um covarde em tua própria estima, deixando "Eu não posso" ultrapassar "eu farei", como o pobre gato no adágio?"... És um homem!

Não se deve contar com a minoria silenciosa, pois o silêncio é algo frágil. Um ruído alto... e está tudo acabado. O povo está amedrontado e desorganizado demais. Alguns tiveram a oportunidade de protestar, mas foram como vozes gritando no deserto. O Barulho é Relativo ao Silêncio que o Precede. Quanto Mais Absoluta a Quietude, Mas Devastadoras as Palmas.

Por final segue breves palavras as pessoas que somaram em minha vida.

A minha família, aos meus amigos, colegas pessoais e colegas de trabalho, aos meus inimigos que me fizeram me sentir com medo e com isso me tornei mais cauteloso,  as pessoas quais ainda tento estreitar alguns laços de afinidade, desejo de coração, a todos sem exceção, um feliz ano novo, repleto de saúde , paz e conquistas, que DEUS ilumine a todos, dando forças aos braços para buscar o sucesso que lhes aguardam e sendo assim ter muito mais motivos para sorrir do que para chorar, mas vale chorar de alegria, e vibrar com as conquistas.

A cada pessoa que esta presente em minha vida, como eu sou um mero mortal peço a DEUS que cuide da vida e da família de cada um!!
Caramba esse ano foi demais!!

10 comentários:

LUNA disse...

Querido amigo.
Acho que estamos vivendo uncambio social muito importante no mundo.
Acontece que cuando estamos dentro dele näo podemos aprecia-lo, mas os livros de historia daräo conta dele.

Näo podemos esperar que as coisas sejam feitas por outras pessoas.
Políticos, economistas, etc.
Devemos de começar por nós.
Nós, a nossa familia, a gente que está perto...
Se näo gostamos do que temos e vemos, pois vamos passar à açäo.
Näo fiquemos com os braços caídos, esperando que chová o maná do ceéu.

É nossa responsabilidade ... só nossa.
Um abraço, amigo

Phivos Nicolaides disse...

Feliz ano Novo guerido amigo!

O Curinga disse...

Phivos Nicolaides

desejo de coração um feliz ano novo para voce e sua familia com muita saude, paz e sucesso!!

Abraços

Seu amigo Curinga!

O Curinga disse...

LUNA Relamente não devemos mesmo ficar de braços cruzados , apenas tento através de palavras passar um pouco do que vivi em minha vida como pessoa anonima que sou, como um ex-militar!

Obrigado pelos seus comentários, e obrigado por visitar meu blog!!

Um feliz ano novo a voce e toda sua familia!

as arteiras disse...

Olá!
Sucesso em teu Blog!
Concordo contigo, melhorar o que está a nossa volta, depende de cada um.
E se todos que estão a nossa volta se derem as mãos e trabalharem juntos num mesmo ideal, quanta coisa pode mudar!
Desejo-te um ano de muito trabalho, saúde, paz,... e tantas coisas boas houverem!
Abraços!!
As arteiras

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Para completar o teu texto que considero uma reflexão para o que devemos querer para o Novo ano, vou-te deixar aqui um poema de Carlos Drummond de Andrade que fala exactamente isso: não podemos querer um ano diferente se diferente não estiver o nosso interior, O essencial para que qualquer país funcione é a sua " matéria prima " que é o povo; se nós, povo, não estivermos dispostos a mudar as nossas mentalidades, a nossas atitudes perante a vida, como queremos que o país avance?. Temos que fazer a nossa parte, dando sempre o nosso melhor; não podemos esperar que façam tudo por nós. E agora rest-me desejar-te um ano verdadeiramente novo, isto é que consigas começar este 2011 sendo " um EU NOVO "; só assim os teus dias dete ano serão novos de verdade. Um beijinho e espero que gostes de:

RECEITA DE ANO NOVO

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.
Carlos Drummond de Andrade

Emília

O Árabe disse...

Texto diferente, sim... mas interessante. Feliz 2011!

Elzenir Apolinário disse...

Curinga, vim a convite de sua mãe que é minha seguidora. Espero que possamos trocar muitos conhecimentos. Seja muito bem-vindo ao mundo da blogagem. Bjs

Irene Moreira disse...

Olá Curinga

Vim do cantinh da mamãe Sonia e passeiu aqui para te conhecer e vejo que tens idéias firmes e que estás com os pés nochão paar este mundo que precisa muita que o façamos cada vez melhor.

Desejo um 2011 cheio de sucesso, muita luz e muita Paz.

Beijos

Irene Moreira disse...

Olá Curinga

Vim do cantinh da mamãe Sonia e passeiu aqui para te conhecer e vejo que tens idéias firmes e que estás com os pés nochão paar este mundo que precisa muita que o façamos cada vez melhor.

Desejo um 2011 cheio de sucesso, muita luz e muita Paz.

Beijos